sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

A Dama das Camélias e outras celebridades...

Do you like this post?



Segundo Ellen Raphael, presidente da Sense About Science, o livro é "
um convite aberto às celebridades para que entrem em contacto com cientistas e confirmem os fatos antes de falar sobre assuntos dos quais pouco ou nada sabem"

(Muito bem, quem se voluntaria para agendar
um jantar esclarecedor com a Megan Fox?)



Alguns artistas e celebridades estão frequentemente divulgando teorias, campanhas e terapias que não têm embasamento científico. Por isso, a Organização Sense About Science divulga todo ano um livro com exemplos de indicações de celebridades comentadas por cientistas.

(não é um "livro", é um folheto de 6 páginas, e dá para baixar aqui)

A cada ano eles revêem o que foi dito pelas celebridades, falando sobre dietas especiais e curas milagrosas de produtos químicos, vacinas ou evolução, e os cientistas comentam as informações errôneas.

Lançado nesta segunda-feira, a edição "Celebrities and Science Review 2009" traz comentários como o da atriz Megan Fox, enaltecendo as propriedades mágicas do vinagre para promover uma limpeza no organismo. "Para as mulheres que retêm líquido, o vinagre ajuda a livrar-se disso, rapidamente", afirma. "Eu não sou muito de fazer dietas ou exercícios, porque sou preguiçosa e gosto muito de doces", continua, "por isso faço limpezas uma vez ou outra, devido à quantidade de açúcar que ingiro".

Além de infundadas, as afirmações são apontadas no livro como falsas e atrapalham o entendimento do público sobre a ciência. Segundo Ellen Raphael, presidente da Sense About Science, o livro é "um convite aberto às celebridades para que entrem em contacto com cientistas e confirmem os fatos antes de falar sobre assuntos dos quais pouco ou nada sabem".

(vale a pena ler as baboseias ali relatadas... Se fizéssemos um no Brasil, caberia em 6 páginas?)

Fontes: Folha de São Paulo; foto

4 comentários:

Taverna do Chico disse...

Pois é... A Meganzinha, coisa mais fofa, tinha mesmo que ser torta de burra. Seria muita injustiça com as outras mulheres se o grande mecanismo universal do acaso concedesse a ela tanta gostosura e ainda um cérebro funcional de brinde.

Juliana Paukowski disse...

A Sense about Science também está lançando uma campanha pra ajudar o escritor Simon Singh, que escreveu um artigo sobre Quiropráticos e foi processado na Inglaterra.

Artigo:
http://gimpyblog.wordpress.com/2008/08/17/the-libellous-simon-singh-article-on-chiropractors/

http://www.senseaboutscience.org.uk/index.php/site/project/333/

Carlos Silva disse...

O empirismo primário só retrata a dura realidade de uma educação mundial mais compromissada com o discurso do que com a comprovação de fatos.

O folheto mostra que ignorância não tem continente ou latitude. Assim, vemos que as besteiras propaganmdeadas por aqui continuam sendo geradas d'além mar; das metrópoles.

Mas nem tudo é ruim. Lendo o folheto até o fim dá pra ver que nem todo mundo diz besteira e que alguns contra-argumentos estão colocados de modo sofista, como o da pretensa segurança no consumo de alimentos tratados com agroquímicos.

Marcia disse...

Taverna do Chico -- Que comentário machista!
1- Pessoas que seguem estas crendices alimentares não são necessarimente burras.

2- Esta história de mulheres bonitas são necessariamente burras tem sido uma forma de intimidação machista da mais batida.