quinta-feira, 30 de julho de 2009

Nossa missão...

Do you like this post?

Tradução:

- Você vem para a cama?
- Não posso. Isso é importante.
- O que?
- Alguém está errado na internet.

Nota adicionada em 21/03/2010: The Onion ja sabia!

12 comentários:

Dudu disse...

Por que vocês não citam o xkcd.com pra não kibar a tirinha?

Jeferson Arenzon disse...

Há um link direto para o xkcd na figura...

Dedalus disse...

Caros,

Ir contra erros na internet é o mesmo que ir contra moinhos de vento, ou enxugar gelo, ou combater uma inundação com um conta-gotas...

Jorge Quillfeldt disse...

Os erros EVITÁVEIS pela paciente, porém eficaz ação educativa, estas as águas que tocam nossos moinhos, Dédalus.

Não corrigi-los seria irresponsável. Aliás, consoantes com o personagem de teu próprio pseudônimo, damos asas à inteligência para que com melhores instrumentos esta voe mais alto, ainda que correndo riscos. Pessimismo em demasia é um tipo de irrealismo, pois idealiza o funcionamento do mundo em tons extremos, onde ou tudo funciona, ou nada funciona.

(não não estou a plagiar Pauno Coelho)

Dedalus disse...

Caro Jorge Quillfeldt,

Espero que você tenha entendido que não sou contra o combate a erros, na internet ou em outros lugares. No entanto, a internet tem sido muito mais útil na disseminação de futilidades, boatos e inverdades do que em qualquer outra coisa. Lutar contra esse fluxo de coisas é saber que se vai ser derrotado, de antemão - o que não quer dizer que não se deve lutar. Eu, por exemplo, sei que não vou ganhar a guerra estando no exército em que estou, mas não posso, por razões morais, nem deixar de participar nem estar do outro lado...

Um abraço!

Joao disse...

Ninguem consegue estar em todo o lugar a toda a hora. Por isso o "alguem estar errado" para cada um de nós ganha importancia com o "onde", "em que", e com que consequencias.

Nos sites que frequento tento ter uma participação activa. É preciso debater ideias e trocar argumentos.

E há certas coisas que se estão a tentar impor pelos numeros e não pela razão, nomeadamente o criacionismo, as medicinas alternativas e as questoes climaticas.

Criando uma base de massa critica minima na opinião publica podem infiltrar o poder politico de onde saiem as decisões, e paralelamente o meio académico.

Como ia dizer antes, não se pode estar a tentar apagar todos os forgos, mas quem vir uma fogueira pequenina começar dê-lhe um banhito para ela ficar mais limpinha sim?

Osame Kinouchi disse...

Talvez interesse:

http://comciencias.blogspot.com/2009/08/mulheres-otimistas-e-mulheres-ceticas.html

J.P. disse...

Fiquei sabendo dessa proposta por esse site: http://scienceblogs.com.br/cretinas/2009/08/ou_tudo_ou_nada


Vale a pena divulgar e incentivar ela...

Abraço!

J.P. (comment anterior) disse...

o final ali era ou_tudo_ou_nada

;\

Osame Kinouchi disse...

Questão capciosa: Marina é da Assembléia de Deus e pronunciou comentários criacionistas. Serra é (pelo menos para seus eleitores, católico) e Alckmin é Opus Dei.
Será que deveriamos votar na Dilma (que pelo menos secretamente é atéia) ou a religião professada é irrelevante na escolha de um presidente?

Jeferson Arenzon disse...

oi Osame,

é possível que teríamos que lidar com argumentos do "ensinar a controvérsia" que, por enquanto, não nos têm importunado como aos americanos... então, Dilma, sem dúvida...
abs,

Osame Kinouchi disse...

Bom, Marina confirma publicamente que não é criacionista. E agora?

http://rodadeciencia.blogspot.com/2009/09/ponto-fina-na-discussaol-marina-silva.html

http://comciencias.blogspot.com/2009/09/mahatmarina-homenagem-marina-silva.html

Jefferson, hipoteticamente, se você vivesse na epoca na India, você teria votado em Ghandi? Por que sim ou por que não?