sábado, 22 de dezembro de 2012

Essa não, de novo...

Do you like this post?

O "carregador do tempo", que parece no centro do calendário Maia, parece velho e cansado. Mas isso não por que ele é velho (o que ele é), mas por que ele está cansado de ouvir bobagens sendo ditas em nome de seus credos ancestrais.


É isso mesmo... chegamos ao propalado dia do apocalipse maya (sic!) e nem sinal de fim dos tempos!

A chuvarada que caiu em Porto Alegre ontem era mais condizente com um cenário de fim de mundo, mas hoje chove mansamente, como se fosse chover para sempre...

Muito diferente do pseudo-pânico desse informativo religioso... Aliás, o pessoal anda com fixação por subir em montes - seja o monte Bugarach, seja o monte Uritorco - que, aliás, me parece uma excelente forma de escapar daqui em caso de colisão planetária... (vai que o monte se solte e vira um planetinha a la Petit Prince...).

Espero sinceramente que não ocorram muitos suicídios em função do evento. Muita calma nesta hora por que temos de estar preparados para os próximos-fins-de-mundo que virão! Se for verdade, já conseguimos impedir um desastre aqui mesmo no Brasil há poucos meses: "(...) Two months ago, Brazilian police foiled an end-of-the-world suicide attempt by 100 members of a doomsday cult, moments before the killer cocktail was to be handed round".

Mas se estiver muito angustiado com tudo isso, assista ao instrutivo vídeo "Como sobreviver a 2012 - o fim do mundo" que dá excelentes dicas do que fazer. Pena que fomos sacanas e só avisamos hoje, mas é defeito dos céticos não sermos previdentes, não é mesmo?

Pior: a presente postagem só foi ao ar na madrugada seguinte, mas só porque bebemos demais na festa que fizemos aqui em casa para receber o fim de mundo de braços abertos... A vantagem é que pudemos apreciar os relatórios do que aconteceu e, felizmente, nada muito sério aconteceu (e ninguém, saiu dirigindo alcoolizado).


Divirtam-se:



 Pod almighty: Liu Qiyuan with one of his steel and fibreglass balls which, he says,
can enable 14 people to escape any sort of apocalypse

 
Uma última dúvida: o que,de fato, aconteceu?
Simples:


O que mais podia ter acontecido, afinal?

J

2 comentários:

Unknown disse...

Dizem que deus cria, o diabo espalha... e eles, por si, se juntam...

Conheci uma das cabeças deste blog em Punta de Diablo... 11h, sol alto... eu, borracho, já saindo da praia... ele,chegando... só teve tempo pra me falar o nome do blog...

Agora, vamos ler e ver se valeu a pena...

Carlos Silva disse...

Vejam só! Já estamos na véspera de Natal e eu só me dei conta que o dia 21 tinha passado, na tarde do dia 22. Putz, maldito trabalho que não me deixou vivenciar ... :
a) o fim do mundo;
b) a transição espiritual da Terra;
c) meu exílio espiritual para o "Xupão;
d) a volta do Salvador, envolto em um manto dourado e ostentando sua coroa real;
e) uma happy hour bem relaxada, regada com um bom Chop, fritas e, de fundo, uma música "New Age", "só prá contrariar".
Como a natureza é ingrata!!!! rsrsrs